Sábado, 15 de Junho de 2024
29°

Tempo limpo

Cuiabá, MT

Agricultura Agricultura e ...

Repasse do Governo do Estado faz Cooperativa de Rebouças ter centro de processamento de alimentos

Mais de meio milhão foi repassado por meio do programa Coopera Paraná, operacionalizado pela Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento...

08/06/2024 às 13h12
Por: Redação. Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Paraná
Foto: Reprodução/Secom Paraná

A Cooperativa Mista de Desenvolvimento da Agricultura Familiar de Rebouças – Comdafar, de Rebouças, no Centro-Sul do Paraná, tem espaço para processamento de alimentos. Os recursos de R$ 536.722,67 foram repassados pelo Governo do Estado, por meio do programa Coopera Paraná, operacionalizado pela Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento. A inauguração aconteceu nesta sexta-feira (07), com a presença do secretário Natalino Avance de Souza.

Os investimentos incluem estrutura para agroindústria e logística da Cooperativa (R$ 514.528,00), além de recursos para a área de gestão financeira e administrativa (R$ 22.194,67). A unidade de processamento de alimentos vai potencializar a produção dos agricultores familiares cooperados.

As máquinas ajudarão no processamento de mandioca (lavagem, descascamento e corte) e de frutas (despolpadora e dosadora manual para líquidos), empacotamento de feijão, compra de embalagem para empacotamento de feijão 1 kg (bobina técnica), aquisição de caminhão com baú isotérmico para o transporte e comercialização dos produtos, e equipamentos de informática (quatro notebooks e duas impressoras) para realização da gestão administrativa, operacional e financeira.

Na avaliação do secretário da Agricultura e do Abastecimento, o Coopera Paraná proporciona agregação de valor comercial aos produtos, incrementando a renda familiar e a qualidade de vida dos agricultores, além de ajudar a qualificar a gestão. "Esse programa representa a política pública bem empregada. Parabenizo a cooperativa, que demonstra competência na elaboração de bons projetos".

O presidente da Comdafar, Vanderson de Andrade, falou sobre a importância da assistência técnica para os produtores e do trabalho em parceria com o poder público municipal, estadual e federal em prol da agricultura familiar. "A agricultura familiar é muito unida, só precisa de incentivo. O Coopera Paraná dá muito certo. Queremos que o nome da cooperativa seja cada vez mais conhecido". Segundo ele, no próximo mês a Comdafar pretende abrir uma loja para fornecer produtos para consumidores da região.

O terreno onde está a obra foi cedido pela Prefeitura Municipal, e o barracão foi viabilizado por meio de emenda parlamentar. "Fico feliz por celebramos esse momento juntos. Tenho certeza que a Seab vai nos ajudar ainda mais", disse o prefeito Luiz Everaldo Zak. Ele destacou que o município já integra o Susaf/PR, com perspectiva de ampliar a comercialização para todo o estado.

PERFIL- A Comdafar foi criada em 13 de setembro de 2019. São 137 famílias de cooperados (aproximadamente 400 pessoas envolvidas), parte composta por faxinalenses. A cooperativa comercializa hortifrúti (processados ou in natura), feijão (beneficiado), fubá, ovos coloniais, panificados e doces. Parte da produção é orgânica. Atualmente, cerca de 30% dos produtos são processados, e a Central vai possibilitar uma ampliação significativa desse potencial.

Seus produtos estão em feiras, na Ceasa Curitiba e outros mercados institucionais que atendem a região, como programas federais de aquisição de alimentos, Rede Ecotroca (troca de lixo reciclável por produtos da agricultura familiar) e o Compra Direta Paraná, da Seab.

PRESENÇAS - Participaram do evento o deputado federal Toninho Wandscheer, o deputado estadual Alisson Wandscheer, a chefe do núcleo regional da Seab em Irati, Adriana Baumel, o gerente regional do IDR-Paraná em Irati, Bruno Krevoruczka, além de produtores, lideranças locais, regionais, e servidores do Sistema Estadual de Agricultura.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.