Quinta, 26 de Maio de 2022
21°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

Meio ambiente Mato Grosso

Batalhão Ambiental e Juvam apreendem 98 quilos de pescado ilegal no Rio Paraguai

Além do pescado, os policiais apreenderam uma embarcação, motor e redes utilizados para a pesca ilegal

18/01/2022 às 10h45 Atualizada em 18/01/2022 às 11h42
Por: Redação. Fonte: Secom Mato Grosso
Compartilhe:
- Foto por: PMMT
- Foto por: PMMT

Policiais militares do Batalhão Ambiental apreenderam 98 quilos de pescado irregular, na madrugada desta terça-feira (18.01), no Rio Paraguai, em Cáceres. A ação, que teve apoio do Juizado Volante Ambiental (Juvam), também resultou na apreensão de uma embarcação de cinco metros, um motor e duas redes utilizadas para a pesca ilegal.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta de 02h30, uma denúncia anônima informou que havia dois homens em uma embarcação, realizando pesca predatória com auxílio de redes, no Rio Paraguai. Foi solicitado apoio do Juvam e durante a fiscalização, os suspeitos visualizaram as equipes policiais e fugiram pelo rio, ignorando as ordens de parada.

Em determinado momento, os suspeitos abandonaram a embarcação ligada e pularam no rio, fugindo por uma região de mata, não sendo localizados. A equipe policial conseguiu parar o barco e encontraram sete pintados, pesando 65 kg; um cachara de sete kg; dois jaús, pesando 18 kg; e quatro pacus, pesando oito kg. A maioria dos peixes estavam fora de medida para pesca.

Os policiais apreenderam ainda a embarcação utilizada pelos suspeitos, o motor do barco, duas redes de arrasto de 130 metros e um tanque de combustível de 25 litros. Todo o material foi encaminhado para a 1º Cia Independente de Polícia Militar e Proteção Ambiental, onde foi registrado o boletim de ocorrência.

Disque-Denúncia 

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190 ou disque-denúncia 0800.065.3939.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.